Vitória em Chapecó pode tirar Atlético da lanterna

Atlético - Jogadores ainda acreditam na possibilidade do time não ser rebaixado

O Atlético Hermann Aichinger tem mais um desafio pela frente na briga contra o rebaixamento. O time de Ibirama, último colocado do hexagonal, enfrenta no domingo às 16h a Chapecoense, na Arena Condá, em Chapecó, precisando da vitória, a primeira fora de casa, para em uma combinação de resultados ultrapassar o Brusque, adversário do Marcílio Dias, que é o primeiro time fora da degola. A diferença é de dois pontos. Para complicar a situação o goleiro Nei e o meia Rodrigo Couto viajam com a delegação neste sábado, mas dificilmente terão condições de jogar em razão de lesões. O atacante Adriano continua reclamando de desconforto muscular e passou a ser dúvida.

Para o técnico Sílvio Criciúma o jogo com a Chapecoense é mais uma “guerra” no bom sentido. “Os nossos soldados estão prontos para mais essa batalha em busca dos três pontos”. O treinador observou que a vitória sobre o Juventus, na quarta-feira por 3 a 1, serviu para motivar ainda o grupo, que pretende mostrar que pode permanecer na elite do futebol catarinense. Ele prevê uma partida porque o adversário está na briga pelo título do hexagonal, que garante vaga na Copa do Brasil do próximo ano. A definição do time será somente após avaliação médica de Nei e de Rodrigo Couto, no domingo pela manhã.

O goleiro atleticano, que foi levado de ambulância pelo Corpo de Bombeiros Voluntários para o Hospital Waldomiro Colautti com suspeita de fratura de costela, garante que só não vai jogar caso realmente continuar sentindo muitas dores. A lesão foi descartada, mas Nei continua em tratamento. Ele inclusive foi poupado do treino. “Este é um momento que o coração fala mais alto, já que todo o trabalho da temporada está em jogo”. A mesma opinião tem o meia Rodrigo Couto, que corre o risco de desfalcar a equipe Grená de Ibirama. A boa notícia é que o zagueiro Thiago Couto está recuperado de lesão muscular e fica à disposição no banco. O lateral Jefferson, que cumpriu suspensão automática, volta como titular.

O time mais provável será: Maicon; Jefferson, Lucas Campestrini, Claiton e Cappa; Gesiel, Kássio, André Gava e Marcelo Quilder; Adriano (Matheus Guerreiro) e Edinho.

 

Orlando Pereira – Assessoria de Imprensa CAHA

Pin It
Você gostaria de comentar?