Vanessa Feliciano renova com a FMD Rio do Sul

SAMSUNG CSC

SAMSUNG CSC

Após o acerto com quase todos os técnicos e modalidades, a Fundação Municipal de Desportos (FMD) de Rio do Sul fechou nesta sexta-feira (3) a manutenção do técnico de xadrez, Claudio Felipe Arndt e da jogadora Vanessa Feliciano para a temporada. Eles vão continuar trabalhando em conjunto pelo desenvolvimento da modalidade na cidade.

O técnico que já estava à frente do Clube Riosulense de Xadrez nos últimos anos continuará com as escolinhas gratuitas. Assim como nos últimos anos a proposta é buscar atletas nas escolas do município. Já Vanessa que se notabilizou por suas diversas conquistas nacionais e internacionais continuará representando a cidade. Ela será atleta de rendimento na cidade, competindo nos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc).

Arndt comemorou a continuidade do trabalho com a Fundação. Ele citou que todo trabalho realizado durante a temporada será voltado à renovação. “Rio do Sul sempre foi celeiro de atletas, temos muito trabalho a desenvolver, especialmente nas escolinhas onde vamos detectar novos competidores”, destacou.

Vanessa que já é quatro vezes campeã brasileira de xadrez e é considerada uma das melhores jogadoras da modalidade no país também ressaltou a importância da parceria com a FMD. “Estou muito feliz por estar mais uma temporada representando minha cidade. Nosso objetivo é novamente conquistar o título nos Jogos Abertos, assim como eu consegui em 2015”, comentou.

O superintendente da FMD, Jeberton Fermino, comentou que o xadrez continuará recebendo investimentos por desenvolver alguns aspectos importantes das crianças, como memória, imaginação, concentração e inteligência. “Precisamos fortalecer o xadrez, que é uma modalidade que influência positivamente seus praticantes”, disse.

Atletas já abrem a temporada 2017

Com apoio do Clube Riosulense de Xadrez, a atleta Laura Luisa Eger, de 17 anos, participou das disputas do Floripa Chess Open 2017, que ocorreu na última semana. A competição que foi considerada o maior torneio aberto de xadrez clássico da história do Brasil recebeu competidores de 14 países.

Laura competiu na categoria Sub-18 e dos 404 jogadores, ficou com a 293º posição. “Queria ter partidas interessantes e adquirir mais experiência, colocando em prática o que eu aprendi nos últimos anos, visando melhorar o desempenho de 2016”, contou a jovem atleta natural de Petrolândia.

Apesar do resultado, Laura classificou a experiência como positiva. “Saio da competição feliz, pois conquistei 41 pontos de rating e venci adversários mais fortes, além de poder rever amigos. Para o restante da temporada quero evoluir e aprender com meus erros, buscando aperfeiçoar minhas jogadas”, disse.

Laura é uma das atletas do Clube que já se preparam para as competições Fesporte, como Joguinho Abertos e Jasc.

 

Arthur Hoffmann

Pin It
Você gostaria de comentar?