Spencer Lee avalia experiência no Peru: gratificante e de alto nível

Ao desembarcar no Brasil nesta sexta-feira (31), depois de cinco dias em Lima no Peru, o time Rio do Sul/Equibrasil se despede de 2015 com uma experiência internacional diferente e que deve dar resultados positivos para a continuidade do returno da Superliga. Desde o dia 26 por conta de um convite da Federação Peruana de Voleibol, o time teve atividades conjuntas com o selecionado sul-americano como treinos e jogo amistoso. A partida, vencida por Rio do Sul por 3 sets a 0, teve a presença de cerca de dois mil torcedores.

O foco principal das catarinenses era manter o ritmo físico e tático, mesmo num período sem jogos da Superliga. “Nós sempre pensamos em manter o foco e o ritmo neste período de festas. E conseguimos algo mais: integramos mais o grupo, tivemos evolução nos treinamentos e enfrentamos um time bastante competitivo que foi a seleção do Peru”, comentou o técnico Spencer Lee.

A oposta Duda acredita que o período foi muito produtivo: “É natural que a gente tenha um relaxamento por conta do calendário de jogos voltar apenas depois da primeira semana de janeiro. Mas a gente se dedicou e ficamos felizes com a experiência”.

Spencer Lee comentou que a integração foi importante para o grupo. “Ficamos mais tempo juntos, treinamos mais e nos mantivemos focados. Foi uma experiência gratificante e que a gente vai tentar levar com grande seriedade para o restante da Superliga”, salientou.

A viagem, hospedagem e alimentação do time rio-sulense foi toda custeada pela Federação Peruana de Voleibol. Apenas a central Mimi Sosa e a líbero Tati Rizzo não estiveram com o grupo, já que foram convocadas para a seleção da Argentina, que se prepara para o pré-olímpico que acontece de 6 a 10 de janeiro em Bariloche.

A equipe retorna aos treinamentos em Rio do Sul na segunda-feira (4). No sábado (9), a equipe estará em São Paulo para enfrentar o Sesi-SP na Vila Leopoldina, a partir das 14h40, com transmissão ao vivo da RedeTV. No dia 12 às 20h15, o time enfrenta o Vôlei Nestlé (SP), na cidade de Lages, na região serrana de Santa Catarina. A partida que terá Rio do Sul/Equibrasil como mandante foi transferida de local como uma estratégia de mercado, para que o clube consiga atrair possíveis novos investidores e levar o jogo para um ginásio com maior capacidade de público.

 

Clóvis Eduardo Cuco

Pin It
Você gostaria de comentar?