Projeto de capoeira vai atender mais de 300 crianças e adolescentes em Rio do Sul

Capoeira instrumento de socialização e inclusão FOTO divulgação 1

O projeto “Capoeira: instrumento de socialização e inclusão”, contemplado com R$ 35 mil pelo Fundo para a Infância e Adolescência (FIA), promete trazer benefícios para crianças e adolescentes de Rio do Sul. As aulas com o professor Jonas Capitani, o Dumbo, iniciaram esta semana nos Centros de Educação Infantil (CEIs) dos bairros Santa Rita, Canta Galo e Progresso. Na próxima semana as atividades vão começar também em outros pontos da cidade.

Nos CEIs, mais de 200 crianças de 4 e 5 anos deverão participar do projeto. Neste período de férias, as atividades de capoeira são uma diversão a mais para os alunos que precisam ir para as unidades de ensino por conta do trabalho dos pais. “As práticas são ótimas para desenvolver a coordenação motora dos pequenos e os efeitos são notáveis no decorrer do crescimento”, explica o professor.

A partir da semana que vem o projeto vai se estender também para a Bela Aliança, Barra do Trombudo e Barragem. Nestes bairros, as aulas serão oferecidas para crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos. As turmas terão até 25 participantes e os encontros ocorrerão uma vez por semana até dezembro. Nesta faixa etária, a expectativa é receber cerca de 100 alunos.

De acordo com o professor, os participantes terão a oportunidade de irem a competições e campeonatos. “Porém o nosso maior objetivo não é a formação de atletas, e sim de cidadãos. A capoeira ensina muitos valores como respeito, união e valorização dos colegas”, enfatiza.

Interessados em participar do projeto podem entrar em contato com Dumbo pelo número (47) 98875-9512, as aulas são gratuitas.

Sindréia Nunes

Pin It
Você gostaria de comentar?