JEC perde mas força segundo jogo da Copa do Brasil contra o Santos

jec x santos

 

A torcida tricolor até fez sua parte, mas o Joinville não conseguiu superar a força do Santos, de Neymar. Com a vitória por 1 a 0, o time paulista deu um bom passo rumo à terceira fase da Copa do Brasil. Ao JEC, cabe buscar uma missão ainda mais difícil: derrubar o Peixe, no dia 22, em plena Vila Belmiro, precisando fazer no mínimo dois gols para conseguir a vaga na etapa seguinte.

O Joinville demonstrou muita ansiedade nos 45 primeiros minutos. Durante boa parte do primeiro tempo, preferiu se defender a atacar o Santos. As melhores oportunidades dos donos da casa só apareceram em chutes de fora da área.

A primeira delas veio logo aos três minutos. Carlos Alberto arriscou da ponta direita, mas Rafael defendeu. A resposta do Santos veio aos 15, também num tiro de fora da área. Cícero chutou, Ivan fez a defesa e, no rebote, o goleiro sofreu falta, para alívio dos tricolores.

O Peixe tentava furar a postura defensiva do JEC trocando passes em velocidade. Numa das investidas, Felipe Anderson tabelou com Miralles e acertou a rede pelo lado de fora. Sem conseguir ameaçar os paulistas, o Joinville voltou a buscar o gol em tiros de longe.

No segundo tempo, o Joinville mudou o jeito de jogar. A equipe continuou se defendendo, mas procurou mais o ataque. Aos cinco minutos, deu o primeiro susto no adversário. Em cobrança de falta de Marcelo Costa, Lima cabeceou no canto. Rafael fez grande defesa e evitou o gol. O troco veio num belo giro de Miralles. No chute, Ivan apenas observou a bola raspar a trave esquerda.

Aos 15 minutos, o torcedor do JEC ganhou um pouco de esperança. O recém-contratado Ligüera entrou no lugar de Ricardinho. Três minutos depois, o uruguaio teve uma grande oportunidade nos pés. Lima fez jogada pela esquerda, passou por Edu Dracena e cruzou. Carlos Alberto ajeitou para o meio e Ligüera, de frente para o gol, chutou para fora.

Quando o Joinville tomava conta do jogo, veio o castigo. Aos 37 minutos, Marcos Assunção cobrou falta. Durval desviou de cabeça e Ivan nada pôde fazer: Santos 1 a 0. Daí em diante, o time de Muricy apenas administrou o placar a seu favor.

 

Diário Catarinense

Foto: Leo Munhoz

Pin It
Você gostaria de comentar?