Portela exige concentração máxima para o jogo contra São Bernardo

Ciça_no_ataque

A vitória contra Maranhão na oitava rodada da Superliga já faz parte do passado para o time Rio do Sul/Equibrasil. Se a vitória conquistada em Santa Catarina foi boa para o time, que ainda não havia vencido no returno da competição nacional, o técnico Rogério Portela tratou de alertar as jogadoras sobre a importância de manter o foco para as próximas partidas. O próximo desafio é nesta sexta-feira (21) contra o São Bernardo, no ABC paulista, às 19h30.

“O resultado passado nos dá ânimo, até por que saímos da lanterna da Superliga. Mas isso não é sinal de crescimento. Precisamos melhorar jogo a jogo e buscar pontos importantes nessa fase final da Superliga”, ressalta a oposta Ciça, melhor jogadora de Rio do Sul na partida passada.

Ainda em dúvida sobre a condição física da líbero Marcinha por causa de dores no pescoço, Portela deve manter Andressa como titular para o jogo contra São Bernardo. O objetivo do treinador é que as meninas consigam melhorar o passe e o aproveitamento do ataque.

“Tivemos avanços na defesa e no contra ataque, o que é muito bom. Só que precisamos muito mais dedicação. O São Bernardo é um time rápido e defende muito bem. Então precisamos criar uma estratégia mais eficiente”. Ao mesmo tempo, Ciça ressaltou que o grupo pretende se esforçar para conquistar a vitória. “A parte final da Superliga é mais desgastante, mas nós estamos confiantes do nosso potencial”, alertou a oposta.

Ingressos para o jogo contra Pinheiros estão à venda

Depois de dois jogos disputados no Sesi, por conta da realização do Torneio de Verão de futsal, o ginásio municipal Artenir Werner voltará a ser a casa do vôlei feminino de Rio do Sul. A equipe terá o próximo jogo pela Superliga contra o Pinheiros já na próxima terça-feira na sua principal casa, à partir das 20h15. Os ingressos para este jogo já estão a venda por R$ 12 antecipadamente em oito pontos espalhados pela cidade. A entrada na hora do jogo custará R$ 15.

O técnico do time, Rogério Portela, salienta que a adaptação das atletas entre treinos e jogos de um ginásio para o outro muda bastante, pela característica de cada local. “Estávamos acostumados a treinar e jogar no Artenir Werner e com o torneio de futsal, tivemos de mudar de casa provisoriamente. A readaptação será feita já com treinos após o jogo contra o São Bernardo nesta sexta-feira”, observou o treinador.

Pin It
Você gostaria de comentar?