No fechamento do turno da Superliga, Rio do Sul busca neutralizar eficiência do Barueri

Jordane_e_Rogerio_Portela

No jogo que fecha o turno da Superliga Feminina contra Barueri na noite desta terça-feira na região metropolitana de São Paulo (SP), Rio do Sul/Equibrasil terá uma missão para lá de desafiadora. Enfrentando o time estreante na competição, mas que conta com a levantadora Fernandinha – campeã olímpica pela seleção brasileira na olimpíada de Londres 2012 – a equipe catarinense terá que fazer um bom trabalho para impedir as jogadas de ataque das paulistas. O jogo será às 19h30 no ginásio José Correa.

“Ela é uma atleta muito rápida e distribui as jogadas com muita habilidade. Então a gente vai ter que ficar muito concentradas e tentar surpreender com boas defesas e bloqueio”, avaliou a levantadora de Rio do Sul, Jordane. O saque rio-sulense também poderá ser um recurso importante para tentar dificultar a recepção da equipe adversária e o trabalho da campeã olímpica.

O time Rio do Sul/Equibrasil treinou nos últimos três dias antes da viagem para Barueri na madrugada desta segunda-feira (6). Na bagagem, o time leva a confiança de bons treinamentos realizados nas últimas semanas para avançar na competição nacional.

Para o técnico Rogério Portela, o desafio fora de casa será muito grande. “É a última partida do turno e a gente quer dar o nosso melhor para recomeçar toda a série de jogos no returno com um bom posicionamento na tabela. Barueri tem um elenco muito bom e respeitamos o trabalho que vem sendo feito neste ano de estreia deles”, comentou.

Rio do Sul está em 12° lugar na Superliga Feminina, enquanto o time do Barueri é o nono colocado na tabela de classificação. Após o jogo contra Barueri, as representantes do único time do Sul do país na competição feminina vão direto para Uberlândia (MG) onde na sexta-feira (10) jogam contra o Banana Boat/Praia Clube às 19h30.

Pin It
Você gostaria de comentar?