Futsal masculino de Rio do Sul terá três técnicos em 2018

Foto Arthur Hoffmann - Geremias

Foto Arthur Hoffmann – Geremias

A FMD manterá três técnicos de futsal para a temporada 2018 graças ao alto interesse de crianças e jovens pela modalidade, assim como o grande número de categorias. Márcio André da Rosa, Geremias Lautert Paula e João Regis Nunes tiveram os contratos renovados e continuam o trabalho que visa competições estaduais de base. A proposta é melhorar em alguns aspectos, tendo as escolinhas sempre ativas, além de trazer mais atletas para o município.

Para cada técnico, a FMD irá oferecer algum tipo de apoio. No caso de João Regis Nunes, ele continua a frente dos trabalhos no Ruy Barbosa, mantendo a parceria FMD/Ruy Barbosa que deve participara do Campeonato Catarinense em algumas categorias, como ocorreu em 2017, onde os representantes da capital do Alto Vale competiram no sub-15 e sub-13.

Geremias Lautert Paula também continuará trabalhando com as equipe de rendimento de base, além de atuar em algumas escolas do município com treinos para crianças. O objetivo é disputar a Olesc e os Joguinhos Abertos. Uma eventual participação no Campeonato Catarinense Sub-17 também não está descartada, mas a viabilização passa pela captação de recursos.

“Participamos de três competições muito fortes nesta temporada, contra cidades e equipes que tem um alto investimento. Para 2018 acredito que teremos uma equipe mais sólida, já que vamos treinar e ajustar os erros que cometemos, tenho certeza que iremos evoluir na temporada”, comentou.

Já Marcio André da Rosa também continua atuando com escolinhas do Sub-9 até o Sub-15 com o projeto Bonfort/FMD, que disputará as competições regionais, como copas e ligas. A ideia é ampliar o trabalho nas escolinhas.

De acordo com o superintendente da FMD, Jeberton Fermino, além de ser mantido o que era feito o ultimo ano, a proposta de trabalho é fortalecer as escolinhas, revelando mais atletas e melhorar os resultados nas competições Fesporte. “Acredito no trabalho que nossos profissionais podem desempenhar, mesmo tendo outras cidades e projetos que investem mais. Rio do Sul tem uma grande demanda e sempre teve tradição no futsal, então temos que apoiar essa modalidade que reúne tantos adeptos”, comentou.

Arthur Hoffmann

Pin It
Você gostaria de comentar?