FMD lança programa Passe Atleta

Atletas da Fundação Municipal de Desportos (FMD) de Rio do Sul serão beneficiados com uma iniciativa inédita entre poder público e privado, envolvendo a Prefeitura em parceria com a Expresso Taioense/Ônibus Circular. O programa Passe Atleta irá oferecer transporte gratuito para mais de 23 atletas da Fundação que precisam se deslocar de suas residências até os locais de treinamento.

Fotos Arthur Hoffmann - FMD

O programa visa atender uma antiga reivindicação dos treinadores das modalidades, além de buscar o apoio e desenvolvimento ao esporte rio-sulense. A proposta objetiva auxiliar o atleta no deslocamento de casa até o local de treino, por meio do transporte público, como uma forma de incentivá-lo à prática esportiva e a fazer parte da seleção permanente do município. O benefício, em forma de passe, dá ao atleta o direito às passagens de ida e volta de acordo com o número dos dias de treinamento de cada um.

 

O programa da Fundação se estende aos esportistas do atletismo, tênis de mesa, vôlei masculino, futebol, futsal feminino, basquete e judô. Neste primeiro momento, a FMD receberá mais de mil passes, o que irá atender, no total, 24 atletas por mês. A entrega dos bilhetes já iniciou, mediante a cadastro do atleta na própria Fundação, que realiza o controle interno dos passes.

 

O superintendente da FMD, Jeberton Fermino, comemorou o acerto, explicando que a aplicação do programa faz parte da proposta de desenvolvimento esportivo de Rio do Sul solicitado pelo prefeito José Thomé. “Precisamos buscar alternativas para nossos atletas e tínhamos esportistas que pagavam transporte para treinar e representar nossa cidade e ainda não ganham nenhum valor da Fundação, então estamos tentado inverter esse papel, buscando valorizar cada vez mais nossos atletas”, explicou.

 

O diretor da Expresso Taioense/Ônibus Circular, Alexandre Campos, ressaltou a parceria com o poder público, lembrando a importância de apoiar o esporte rio-sulense. “São essas iniciativas que ajudam no desenvolvimento da carreira dos atletas que muitas vezes não recebem nenhum auxílio. Estamos felizes em poder colaborar com esse projeto tão importante”, falou.

 

Uma das modalidades beneficiadas é o futebol. O técnico do time, Adolfo Paulo Assis, o Paulão, lembrou que investia em torno de R$ 1.200 por mês com a compra de passe para os atletas. “Como temos muitos meninos de bairros mais afastados do Centro tínhamos sempre que buscar auxílio. Agora com esse programa vamos poder colocar nosso esforço em outras ações do futebol, onde teremos mais tempo de treino e busca de patrocínios, além de ser um incentivo muito grande aos atletas”, comentou.

Arthur Hoffmann

Pin It
Você gostaria de comentar?