Clube de Criciúma pronto para sediar etapa do Catarinense de Tiro ao Prato

DSC_0072

Os próprios atiradores componentes da equipe líder do Campeonato Catarinense de Tiro ao Prato encontram-se envolvidos na organização da quarta etapa do circuito, programada para ocorrer de sexta (3) a domingo (5) no Clube de Caça e Pesca Alberto Scheidt. Determinado, o grupo de Criciúma busca a perfeição na coordenação dos preparativos com o mesmo empenho dispensado nos momentos em que mira os pratos lançados pela máquina nas pedanas.

Uma extensa programação prevê, além da acirrada disputa, encontros de integração para os aproximadamente 140 atletas esperados para o fim de semana. “Vamos ter aqui a nata da modalidade no Estado, inclusive atiradores de outros estados, como São Paulo. A nossa etapa vale também para o Nacional”, destaca o atleta e diretor de Tiro do Clube de Caça e Pesca Alberto Scheidt, Cristiano Souza Costa.

Os disparos dados contabilizam também para o ranking brasileiro. “Neste fim de semana outros lugares receberão as etapas regionais simultaneamente, com o mesmo sistema contando para a classificação da Liga Nacional de Tiro ao Prato, a qual também somos líderes”, explica o coordenador da equipe de tiro ao prato de Criciúma, Fernando Meller.

A “tropa de elite” de Criciúma enfrentará os rivais com o objetivo de ampliar a diferença na concorrência por equipes do Estadual. A responsabilidade de ser sede, no entanto, pesa contrariamente na avaliação dos atletas. “Estar em casa é pior porque estamos em competição e ao mesmo tempo a serviço, buscando deixar tudo em perfeitas condições para todos atirarem. Isso muitas vezes atrapalha a concentração, por mais que nos esforcemos”, revela Costa.

A estreia de uma nova pedana, local onde os atiradores posicionam-se para disparar, anima ainda mais os criciumenses. Toda a estrutura, conforme Costa, estará a espera de todos. “Estendemos o convite à toda a região que se interessa em conhecer nossa modalidade. As baterias começam sempre às 9h”, informa.

Pin It
Você gostaria de comentar?