Ciclismo de Criciúma encara a Copa Hans Fischer

Ciclismo- João Pedro Alves (1)

Os atletas da equipe de ciclismo da Fundação Municipal de Esportes de Criciúma/Hidrorepell Tintas/Bike Point buscam mais troféus nesta temporada desta vez em Pomerode. Em duas etapas, sábado e domingo (4 e 5), a garotada concorre ao título da Copa Hans Fischer em diferentes categorias. A prova homenageia um dos pioneiros do esporte em Santa Catarina na cidade onde nasceu.

O rol de ciclistas ostentado por Criciúma coleciona medalhas e troféus ao longo de 2013, em âmbito estadual, nacional e até internacional, caso de Caio Godoy (campeão da Volta da Juventude e das 500 Milhas do Norte, ambas no Uruguai). Vitor Gonçalves, Vinícius Woitke e Erick Bruske representam a cidade pela categoria juvenil (até 16 anos), enquanto Caio Godoy, Eduardo Pini e Lucas Ribeiro correm pela júnior. Entre os adultos, Gustavo Freitas vai para o embate na elite, Ciro Damiani pela sub-30 e Sérgio Reis na master A.

Na bela cidade de colonização alemã, o time de Criciúma procura a continuidade de um ritmo de competição forte, segundo o técnico Gustavo Freitas. “O nosso foco está no Campeonato Brasileiro, que ocorre daqui a duas semanas em Maringá (PR). Nessas provas anteriores temos condições de aprimorar alguns detalhes técnicos e principalmente o condicionamento físico”, observa o treinador.

Exemplo
A curta, porém vitoriosa trajetória de Hans Fischer no ciclismo oferece um motivo a mais de inspiração aos jovens atletas de Criciúma. O catarinense marcou época quando a modalidade não possuía grande calendário e abriu caminhos para o Estado se tornar a referência nacional dos dias atuais. Em 1979, Fischer conquistou o título do Panamericano na Venezuela, feito que o credenciou a participar dos Jogos Olímpicos de Moscou no ano seguinte e de Los Angeles, em 1984. Uma grave doença, no entanto, tornou-o inapto para pedalar e o levou à morte com apenas 24 anos de idade.

Pin It
Você gostaria de comentar?