Avaí vence o Criciúma na primeira batalha das semifinais

Diante da torcida do Avaí, o Criciúma até tentou ser o time do returno. Em alguns momentos não conseguiu, em outros se impôs, mas no final não conseguiu superar o Leão e acabou perdendo por 3 a 2. Esse resultado tirou a invencibilidade do técnico Vadão de nove jogos sem derrotas.

O resultado deixou as seguintes situações para Avaí e Criciúma: O Tigre precisa de uma simples vitória para chegar a final da competição. Já a equipe da capital joga pelo empate para chegar na decisão da competição.

No próximo sábado, o Criciúma recebe o Avaí na partida de volta, às 18h30, no Estádio Heriberto Hulse. A expectativa é de mais um grande público no estadual.

O jogo
Início tranquilo e sem movimentação. Aos 11 minutos, Fábio Ferreira sente a perna e precisou ser substituído. Éwerton Pascoa foi para o campo. A primeira boa chance do Tigre foi surgir aos 15 minutos. Marlon recebeu um bom lance de Élton. Ele entrou na grande área e mandou a bomba. A bola desviou no zagueiro e Lins quase empurra para o gol.

O Leão só foi atacar, aos 21 minutos. No cruzamento, Pablo mandou de cabeça e o travessão salvou o Tigre. No rebote, o Avaí desperdiçou a chance. Dois minutos depois, não teve como segurar. Na bola levantada na área, Roberson subiu livre e só subiu para mandar para o fundo da rede.

A festa avaiana durou nove minutos. No escanteio cobrado por Ivo, Éwerton Pascoa pulou mais do que todo mundo para balançar a rede e comemorar com a torcida. Na resposta rápida, quase que o time da capital passa a frente. Danilo foi lançado, mas Bruno salvou o Tigre de tomar o segundo gol.

Quando o primeiro tempo estava acabando, Higor pegou o rebote, após a escorada de Eduardo Costa para mandar para o gol e comemorar o tento.

Segundo Tempo
O Tigre até tentou nos primeiros minutos, mas o ataque não criava e o meio estava muito disperço. Sem forças, não produzia jogadas ofensivas. Aos 10, Higor chegou a linha de fundo e arriscou. Bruno, adiantado, até defendeu, mas quase mandou contra o próprio patrimônio.

Na sequência, a torcida que vestia de preto, amarelo e branco comemorou. Sueliton foi a linha de fundo e fez o cruzamento. A bola foi no segundo pau e Giancarlo escorou para o gol, no empate da torcida. Aos 23 minutos, Giancarlo quase se consagra. Ele recebeu de Ivo e mandou o arremate. A bola bateu na trave e voltou para ele. De cabeça, jogou em cima do goleiro e perdeu uma grande chance.

Três minutos depois, o golpe. Tauã recebeu o passe de Marquinhos e disparou para o fundo da rede, colocando o Avaí em vantagem. Na boa resposta de Lins, ele passou por dois e tocou em diagonal. Fabinho até se jogou, mas não alcançou e passou da bola.

Aos 40, Lins tocou de cabeça, mas não mirou bem e a bola foi para fora. No final, o Tigre até tentou, contudo o Avaí conseguiu se segurar e comemorar o resultado.

Futebol SC.

Pin It
Você gostaria de comentar?