Walcyr Carrasco diz que aceitação a Félix permitiu manter trama original

em-amor-a-vida-felix-encara-macarrao-instantaneo-1385206256916_615x300

Embora não goste de adiantar o futuro dos personagens de suas novelas, o autor Walcyr Carrasco disse entrevista ao UOL que a trama de pelo menos um deles está sendo mantida conforme o planejado. Félix, interpretado por Mateus Solano em “Amor à Vida”, continua de acordo com a sinopse apresentada à TV Globo.

Segundo o autor, isso se deve à aceitação do público para com o vilão tragicômico. Carismático, mesmo na cena em que revela ter jogado a própria sobrinha em uma caçamba de lixo, o personagem despertou compaixão na audiência da novela.

Uma enquete do site da revista Caras mostrou que 74% dos internautas torciam para que o personagem se redimisse e terminasse feliz. O autor diz que o destino da personagem é o desfecho principal da novela. “Eu desde o começo tinha uma intenção para o Félix e a estou seguindo, graças à aceitação do personagem, mas seu final deve permanecer um mistério até o último capítulo.”

O autor acha, ainda, que grande parte da aceitação do público com Félix se deve ao comportamento de seu pai, César (Antonio Fagundes). “Minha antena diz que o problema da homofobia de pai contra filho se tornou o ponto crucial da novela.”

A “gravidez” de Niko

Outra trama de “Amor à Vida” que tem chamado a atenção dos telespectadores é o conflito entre Niko (Thiago Fragoso) e Amarylis (Danielle Winits). Carrasco também comentou as reações do público, novamente sem dar muitos detalhes.

“A trama fala das novas famílias que estão surgindo no Brasil, um modelo diferente das tradicionais, então as pessoas se dividem. Mas é muito interessante saber que muita gente aceita a ‘gravidez’ do Niko como algo real. Ou seja, o fato de ele ter acompanhado a gravidez da Amarylis, convencido de que o filho era dele, tem um peso muito grande para as pessoas.”

Ninho e Aline

Por fim, o autor cometou a nova fase do personagem Ninho (Juliano Cazarré), que se unirá a Aline (Vanessa Giácomo) contra César.

“O Ninho disputou a Paloma [Paolla Oliveira] e a Paulinha [Klara Castanho] com o Bruno [Malvino Salvador] até um ponto. Agora ele acha que se ficar rico vai poder reconquistar a Paulinha, além de sentir raiva da Paloma por ter sido rejeitado. Essa raiva se estende a César, que se recusou a lhe dar uma oportunidade, mesmo de trabalho, quando ele o procurou com a melhor das intenções. Mas eu jamais tenho um ‘por que’ faço isso ou aquilo. Eu vou escrevendo a obra de acordo com a minha antena, minha intuição. Agora, desde o começo planejava a união do Ninho e da Aline.”

Pin It
Você gostaria de comentar?