Raiza Rae e outros participantes do The Voice contam suas superstições

img-567784-raiza-rae-e-carina-menitto20131127111385557633

Nesta quinta-feira, 28, o The Voice Brasil chega à fase do tira-teima, o que os aproxima ainda mais do prêmio de R$ 500 mil. Com a expectativa, e a ansiedade em alta para mais esta etapa, os candidatos do reality show musical revelaram suas superstições antes de subir ao palco em entrevista ao site oficial da atração.

Rully Anne, por exemplo, não passa debaixo de uma escada jamais antes de um show. Já a dupla Ângeloe Angel prefere se apegar a fé. Ângel, o mais novo da dupla e devoto de Nossa Senhora Aparecida, tem tatuado na pele um terço e, ainda assim, está sempre segurando uma cruz e a Nossa Senhora. “É o meu amuleto de fé. Me sinto bem subindo nos palcos”, conta o sertanejo.

Angelo, por sua vez, traz no pescoço um cordão com a estrela de Davi: “É a minha proteção, para Deus me abençoar e tirar a inveja”.

Cecília Militão também mostra seu lado religioso ao revelar sua superstição. A participante não sobe no palco sem antes fazer quatro vezes o sinal da cruz. Quando a correria a impede de fazer antes de subir ao palco, a cantora faz o sinal durante a apresentação. “São três vezes na garganta e uma para proteger o corpo todo”, afirma.

Já Dom Paulinho Lima entra no palco sempre com o pé direito, o que acredita atrair proteção divina. “É para dar sorte! Você já pensa que tudo vai acontecer da maneira que você quer”, explicou.

Anne Marie compartilha da mesma mania. “Tenho que entrar com pé direito. Eu não sei por que, já é automático. Está me ajudando, né?”, acredita a participante.

Raiza Rae prefere confiar em um amuleto dado pela avó de seu namorado, de origem indígena.  “Representa um deus da música, indígena, achei fofo, ele falou para eu guardar, eu sempre guardo nas apresentações, mesmo que não esteja à vista“, afirmou.

Pin It
Você gostaria de comentar?