Em “Amor à Vida”, Aline começa a envenenar César e rejeita o filho

em-amor-a-vida-cesar-da-um-carro-para-aline-e-finge-nao-ligar-para-dinheiro-1371653537205_615x300

Em “Amor à Vida”, Aline (Vanessa Giácomo) consegue mudar de casa e leva César (Antônio Fagundes) para morar longe de todos, em um local onde não há vizinhos. Sozinhos, ela começa a executar seu plano: envenenar o médico aos poucos, até que ele fique vulnerável e lhe dê a procuração, na qual todos os bens do médico estão no nome da ex-secretária. As cenas deve ir ao ar nos dias 29 e 30 de novembro.

Maldosa, Aline dirá, inclusive, que odeia o filho. “Não estou nem aí pra ele. Depois que acabar essa história com o César, eu dou o bebê para o primeiro que aparecer. Ele baba na minha roupa, sabe? E eu tenho que fazer cara de alegre e dizer… ‘babou'”, dirá a vilã, durante uma conversa com sua tia.

Sem que o médico perceba, Aline colocará o veneno na bebida e na comida do marido.

César — Não vai beber, Aline?
Aline — Não, eu sou tão fraquinha pra bebida. E você sabe que a babá não veio, pediu um tempo pra pensar, ela não tá querendo trabalhar tão longe. Imagina se o nosso filho acordar de noite, chorando, e eu tiver tonta? Não, César, mãe de filho pequeno não pode brincar em serviço.
César — Você está certa, meu amor, como sempre.

Aline — Toma mais uma dose.
César — Não sei, esse uísque é um pouco forte demais.
Aline — Meu amor, amanhã você não tem compromisso, esqueceu? Você está livre daquele hospital.
César — Livre não é a melhor palavra, você sabe que, por mim, eu nunca teria saído do San Magno.
Aline — Mas a vida quis assim. Pensa que agora cê vai poder criar o seu filho, fazer ele ficar do jeito que cê quer. Muito melhor que o Félix.
César — Nem me fale do Félix.
Aline — Então bebe mais um pouquinho, relaxa. Descansa. Daqui a pouco cê nem vai lembrar daquele hospital.

No dia seguinte, a vilã prepara um bolo com o veneno e serve para César.

César — Bolo quentinho no café da manhã. Que delícia
Aline — Que bom que você gostou, meu amor
César — Lá no apartamento você nem cozinhava mais pra mim. Eu cheguei a pensar que aqueles cup-cakes que você me trazia, quando começamos, eram só truque
Aline — César, eu sempre adorei cozinhar, mas quando o Juninho ainda era recém-nascido, eu me dedicava inteiramente a ele. Agora eu me dedico a ele e pra você. Come mais um pedaço
César — Olha que eu como mesmo
Aline — Aproveita
César — Você não vai comer?

Aline — Ah, César, eu tenho que pensar na minha silhueta. Eu quero ficar bonita pra você
César—Bobinha
Aline — Fátima
Fátima— Chamou, dona Aline?
Aline — Eu vou ter que sair, pra fazer compras. Toma conta do Júnior, faz favor, eu quero que o César descanse
César — Quer que eu vá com você?
Aline — Ah, querido, são só compras chatas, coisas pra casa. Aproveita pra tomar sol. E olha, Fátima, você não vai comer nem uma fatia desse bolo. É todo pro Cesar. Vou ficar de olho em você
Fátima — Sim, senhora
César — Aline, fica até feio você falar assim
Aline — Ah, mas eu tenho que falar, senão vai tudo pra boca dela. Meu amor, eu volto assim que puder.

Pin It
Você gostaria de comentar?