Anac apura fotos de Latino em cabine de avião da TAM durante voo

 


Não se sabe quem é o mais panaca: se Latino, que publicou fotos “pilotando” um avião, ou o piloto, que deixou o cantor fazer isso.
De acordo com a legislação brasileira, a entrada de passageiros na cabine durante o voo é proibida! Mesmo assim, segundo a Folha de S.Paulo desta quinta-feira (9), o cantor postou fotos, no Instagram, usando fone de ouvido e sentado na cadeira da esquerda de uma cabine. Na imagem, a cabine aparece escura e os manetes de potência, além de outros instrumentos, aparecem acionados – o que indica que o avião estava em voo!!!!!
“Latino vibra com primeira experiência como copiloto: ‘Amei!'”, postou na legenda do mosaico de imagens.

No post do Facebook, com data de 29 de abril, o cantor escreve: “Foi assim a minha primeira experiência ontem como co-piloto !! Ja comecei por cima num 737. Amei…”.
Amou? E os passageiros?? Perigo total! Por isso, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) abriu um processo administrativo para apurar as fotos postadas pelo cantor, fazendo praticamente um ensaio fotográfico, em uma aeronave da TAM.

A Anac informou que irá enviar nesta quinta uma notificação para que a TAM explique o que ocorreu. Após a investigação, medidas cabíveis serão adotadas caso “sejam constatadas irregularidades em relação às normas da aviação civil”.

Se confirmada a infração, as multas variam entre R$ 2 mil e R$ 5 mil para o piloto, que deixou o cantor sentar na cadeira de pilotagem, e de R$ 4 mil a R$ 20 mil para a empresa. TAM disse que também investiga como as fotos foram obtidas por Latino. O fato é considerado “falta grave” à segurança aérea pela companhia.
O incidente teria ocorrido em 28 de abril, quando o cantor voltava de Recife, onde participou de um show, para o Rio de Janeiro.

 

 Por Bárbara Nunes / Blog Na Ponta da Lingua

Pin It
Você gostaria de comentar?