Canal de reprises da Globo, Viva cresce e entra no top 10 da TV paga

Os atores Claudia Raia e Antonio Fagundes em cena de Rainha da Sucata, novela reprisada pelo canal pago Viva

Os atores Claudia Raia e Antonio Fagundes em cena de Rainha da Sucata, novela reprisada pelo canal pago Viva

Lançado em 2010 como um canal de reprises de programas da Globo, o Viva é hoje um dos principais trunfos da Globosat, a programadora de TV por assinatura da família Marinho.

No ano passado, com títulos como Rainha da Sucata, Água Viva e A Próxima Vítima, o Viva chegou à nona posição no ranking dos canais mais vistos da TV paga entre 7h e 1h. Cresceu 25% e subiu três posições em relação a 2012. Deixou para trás o Multishow, o Space e o Telecine Pipoca. É hoje a terceira maior audiência da Globosat, atrás apenas do Sportv e do Megapix.

Outro canal que teve crescimento vigoroso em 2012 foi o Discovery. Também aumentou sua audiência em 25%, passando da 20ª posição para 18ª, na faixa das 7h à 1h. Na média das 24 horas, foi o que mais cresceu.

Embora tenha crescido menos, 20%, o FX foi o canal que pegou o maior “elevador”. Subiu do 18° para o 12° lugar. Outro destaque positivo foi o Universal Channel, que investiu na dublagem de filmes e séries e escalou três posições (da 15ª para 12ª).

Não houve alterações nas cinco primeiras posições do ranking. Discovery Kids, Cartoon Network, Disney Channel, Sportv e Fox continuam sendo os mais assistidos. Apenas no sexto lugar houve uma alteração: o TNT ultrapassou o Megapix, numa disputa direta entre dois canais básicos de filmes dublados.

O ranking traz uma evidência: o crescimento da base de assinantes, impulsionada pela classe C, criou um monopólio de canais dublados ou falados em português. Os 15 primeiros canais mais vistos têm essa característica.

 

Pin It
Você gostaria de comentar?