Rio do Sul – Karam, vida e obra na Feira do Livro 2013

5

Ele nasceu em Rio do Sul no ano de 1947, para orgulhosamente voltar em 2013, como autor homenageado da Feira do Livro! Manoel Carlos Karam, escritor, dramaturgo e jornalista, deixou uma obra que reúne peças de teatro, livros, crônicas e textos, além do prêmio Cruz e Sousa de Literatura, da Fundação Catarinense de Cultura, com a obra Cebola, em 1995.

Karam estará presente na Feira do Livro através da parceria com as Editoras da UFSC, Unidavi, Paulus, e as Livrarias C & R Cultural, Livraria Ômega e Livraria PG. Mas não será apenas pela bibliografia que os visitantes poderão conhecer o autor.

A programação trás “Ócios do Ofício”, um espetáculo musical com Bruno Karam, Thiago Thizzot e Marcelo Athaides Pereira, baseado na obra do homenageado. Também será realizada a mesa redonda “Karam Eterno”, com Paulo Sandrini, Luiz Felipe Leprevost e Carlos Henrique Schroeder.

A edição 2013 da Feira do Livro começa na segunda-feira (11), às 19h, com visitação e Solenidade de Abertura. Nos dias subsequentes, até sexta-feira (15), os portões se abrem às 9h e as atividades seguem até 22h. As apresentações culturais, com horários e locais, estão disponíveis no site da Fundação Cultural de Rio do Sul (FCRS), no link http://www.fundacaocultural.art.br/feiradolivro/programacao/.

Manoel Carlos Karam, títulos publicados Fontes murmurantes Rio de Janeiro:

Marco Zero, 1985
O impostor no baile de máscaras Porto Alegre: Artes&Ofícios, 1992
Cebola Florianópolis: FCC Edições, 1995
Comendo bolacha maria no dia de são nunca São Paulo: Ciência do Acidente, 1999
Pescoço ladeado por parafusos São Paulo: Ciência do Acidente, 2001
Encrenca Cotia SP: Ateliê Editorial; Curitiba PR: Imprensa Oficial do Paraná, 2002
Sujeito oculto São Paulo: Barcarolla, 2004
Jornal da guerra contra os taedos Curitiba: Kafka Edições, 2008

Pin It
Você gostaria de comentar?