Palco Giratório Sesc apresenta espetáculo Ledores no Breu em Rio do Sul

Espetáculo Ledores no Breu 2-Alelcio Cezar

O espetáculo Ledores no Breu, da Cia do Tijolo, de São Paulo, chega a Santa Catarina pelo Circuito Nacional Palco Giratório 2017. A apresentação em Rio do Sul será gratuita, sexta-feira, 16 de junho, 19h30min. A obra é inspirada no pensamento e na prática do educador Paulo Freire e nas obras do poeta Zé da Luz e do ficcionista Guimarães Rosa. A peça é recomendada para maiores de 14 anos e será seguida de um bate-papo com o grupo.

O espetáculo trata das relações entre o homem da leitura, das letras e do mundo ao seu redor. A trama traz histórias que acompanham leitores na escuridão e analfabetos em pleno século XXI, seres que percorrem distâncias para elucidar suas dúvidas, erros e crimes. Um homem que, por não poder ler as letras, comete um crime contra seu amor e contra si mesmo. Outro homem desperta para as artimanhas e dubiedades da palavra ou alguém que reinventa o afeto a partir das letras que formam um nome. São personagens que, a partir de suas relações com as letras e as palavras, têm suas vidas profundamente transformadas.

Sobre o grupo

A Cia. do Tijolo foi criada em 2008 pelo ator Dinho Lima Flor, que desejava mergulhar na vida e obra do poeta Patativa do Assaré. Partindo daí, chegaram outros artistas. Do encontro, surgiram os primeiros impulsos da companhia, o show Cante lá que eu canto cá e o espetáculo Concerto de Ispinho e Fulô. Depois, vieram outros encontros com outros pensadores e artistas. Em seguida, o musical Cantata para um bastidor de utopias, inspirado no livro Mariana Pineda, de Federico García Lorca, e, em 2016, o espetáculo O avesso do claustro, inspirado na vida de D. Helder Câmara e Paulo Freire, que serviu de norte para a criação de Ledores no Breu. São oito anos de existência buscando caminhos nos quais política, poesia e música sejam novamente capazes de construir experiências alternativas ao discurso dominante.

 Sobre o Circuito Nacional Palco Giratório

Em sua 20ª edição, o Palco Giratório, projeto nacional do Sesc já consolidado no cenário cultural brasileiro, conta com a participação de 20 companhias, e somará 685 apresentações artísticas e 1.188 horas de oficinas teatrais. Até o final deste ano, o projeto visitará 144 cidades em 26 estados e no Distrito Federal, com espetáculos, seminários e intercâmbios artísticos, contribuindo para uma política de descentralização e difusão das produções cênicas. A cada ano, novos grupos teatrais são avaliados para entrar no projeto, em um trabalho que envolve técnicos da área de cultura do Sesc em todo país.

 

Tiago Amado. 

Pin It
Você gostaria de comentar?