Fundação Catarinense de Cultura divulga resultado final do Edital Elisabete Anderle 2017

0607_logo_elisabete_anderle_20170608_1003860648

Já está disponível no site oficial do Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura o resultado final com os projetos aprovados na edição 2017. Após a análise dos projetos credenciados, feita na última semana pela Comissão Autônoma de Seleção (CAS) do edital, a Comissão de Organização e Acompanhamento (COA) apresenta as 175 propostas selecionadas e suas respectivas suplentes. Todos os proponentes que possuem projetos credenciados podem consultar seu desempenho acessando a plataforma eletrônica do edital.

Esta edição do Elisabete Anderle contou com número recorde de inscritos: foram 1.803 projetos enviados, dos quais 1.628 se credenciaram na primeira etapa de avaliação. O resultado final traz 175 projetos contemplados, sendo 24 para o Prêmio de Letras; 24 para o Prêmio de Música; 22 no Prêmio de Patrimônio Material e Imaterial; 21 no de Teatro e Circo; 16 no Prêmio de Artes Visuais; 15 no Prêmio de Dança; 12 no Prêmio de Culturas Populares; 11 para Bolsa de Trabalho, Intercâmbio e Residência; 11 para o Prêmio de Museus; dez para Apoio a Eventos Artísticos e Culturais; e nove no Prêmio de Arte e Cultura Negra e Indígena.

“O edital cumpriu todas as suas missões. Contamos, na semana passada, com a presença dos julgadores de outros estados, que destacaram bastante a qualidade dos projetos apresentados e, também, o fato de que, com a crise que o país atravessa, Santa Catarina tenha editado o Elisabete Anderle. Agora com os resultados que estão sendo apresentados, nós acreditamos que promoveu um bom estímulo à produção cultural no Estado e é um incentivo para que nós possamos reeditá-lo no próximo ano, já que o número de inscrições superou a todos os editais anteriores”, avalia o presidente da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), Rodolfo Joaquim Pinto da Luz.

Devido ao atraso para a finalização das planilhas pela COA, cuja divulgação foi transferida de 1º para 2 de agosto, também fica alterado o cronograma de apresentação da documentação complementar. Os proponentes aprovados terão de 3 a 9 de agosto para realizar esta etapa por meio do site oficial do Edital. A assinatura dos contratos deve ocorrer entre o fim de agosto e o início de setembro. Já o pagamento do prêmio segue, conforme o cronograma, previsto para o mês de setembro.

“Agora são as etapas mais burocráticas, de analisar as documentações finais e, em seguida, fazermos o pagamento. Teremos uma solenidade para a entrega dos prêmios e, efetivamente, o pagamento no mês de setembro”, projeta Pinto da Luz. Com investimento total de R$ 5,6 milhões, o edital deste ano teve todo seu processo de inscrição feito online, garantindo mais agilidade e segurança no envio das propostas. Os recursos são do Governo do Estado de Santa Catarina, com promoção da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte (SOL), por meio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC) e do Conselho Estadual de Cultura (CEC). Proponentes de todo o Estado puderam submeter seus projetos para as seguintes premiações: Culturas Populares; Arte e Cultura Negra e Indígena; Artes Visuais; Dança; Literatura; Música; Patrimônio Material e Imaterial; Museus; Teatro e Circo, Apoio a Eventos Artísticos e Culturais; Bolsa de Trabalho, Intercâmbio e Residências.

Pin It
Você gostaria de comentar?