Fundação Catarinense de Cultura divulga habilitados na primeira etapa do Edital Prêmio Catarinense de Cinema

A Fundação Catarinense de Cultura (FCC) divulgou a lista dos projetos habilitados na primeira etapa do Edital Prêmio Catarinense de Cinema 2014/2015.

Dos 187 proponentes inscritos, 119 foram aprovados na fase de admissibilidade das inscrições. A listagem completa de cada categoria está publicada no site da FCC. 

Passaram para a segunda etapa (avaliação dos projetos), 10 proponentes da categoria Produção de longa-metragem de ficção; 11 de Produção de telefilme de documentário; 9 de Produção de obra seriada de ficção ou documentário; e 89 de Produção de curta-metragem de ficção ou documentário, sendo 62 no Módulo I; 16 no Módulo II; e 11 no Módulo III.

De acordo com o item 17.2 do edital (disponível para leitura aqui) e com o Art. 109 da Lei 8666/93, o prazo para recursos contra as decisões da Comissão de Organização e Acompanhamento do Edital e da Comissão Permanente de Licitação (CPL) da FCC é de cinco dias úteis a contar da data do ato ou da lavratura da ata.

A CPL, ouvido a Consultoria Jurídica da FCC, e considerando que o Governo do Estado decretou ponto facultativo no dia 22 de abril (sexta-feira), estabelece como prazo final de recursos as 19h do dia 26 de abril  (terça-feira). Os recursos devem ser protocolados junto ao setor de Protocolo da FCC, ou enviados pelos Correios (com Aviso de Recebimento), recursos. Não serão acolhidos recursos que tenham por finalidade encaminhar qualquer dos itens faltantes, ou substituir os itens em descumprimento com o previsto no Edital, averiguados no ato de exame de admissibilidade de inscrições.

Sobre o Edital

Lançado no dia 19 de janeiro de 2016, a edição 2014/2015 do Prêmio Catarinense de Cultura vai distribuir R$ 3.375.000 para realização de um projeto de longa-metragem de ficção, dois telefilmes de documentário, uma obra seriada de ficção ou documentário, 12 curtas-metragens de ficção ou documentário. Os recursos são provenientes do Funcultural e Fundo Setorial Audiovisual da Ancine. Criado em 2002, o Prêmio Catarinense de Cinema tem a intenção de incentivar a produção audiovisual no estado e estimular o setor, gerando empregos e distribuindo renda.

O projeto de produção de curta-metragem de documentário “Ser e fazer Arte” do produtor getuliense Ronildo Garcia está entre os habilitados nesta primeira fase.

O projeto

Um Intercâmbio Cultural do Grupo Homo Sapiens com a Organização “Arena y Esteras” do Peru, no período de 22 a 30 julho 2016. Realização do documentário para exibição na internet, criação de DVD para distribuição gratuita com legenda em espanhol, inglês, legendagem descritiva, LIBRAS e audiodescrição. Prevê também duas palestras gratuitas em eventos de cunho social para contribuir nas contrapartidas sociais. Dentre as atividades propostas no documentário estão, apresentação do Espetáculo “Uma aventura futuramente pré-histórica” do Grupo Homo Sapiens; Roda de conversa para construção coletiva; Troca de experiências e exercícios artísticos; Participação no tradicional FESTICIRCO (Festival de Circo Social).
Fernanda Peres

Pin It
Você gostaria de comentar?