Edital Elisabete Anderle abre inscrições pela internet no dia 27 de abril

As inscrições para o Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura estarão abertas a partir desta quinta-feira, 27 de abril. O processo, que terá vigência de 60 dias – encerrando em 26 de junho -, traz uma novidade para essa edição: ele será digital, com inscrições por meio do site www.fcc.sc.gov.br/editalelisabeteanderle.

Com investimento total de R$ 5,6 milhões, o edital selecionará até 176 projetos em 11 premiações. Os recursos são do Governo do Estado de Santa Catarina, com promoção da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte (SOL), por meio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC) e do Conselho Estadual de Cultura (CEC). O lançamento oficial da nova edição do edital ocorrerá no dia 27, às 14h30, em cerimônia aberta ao público na sala de cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis.

Embora tenha sido lançado e executado pela primeira vez em 2009, o Edital Elisabete Anderle foi instituído pela Lei 15.503 de 2011, se consolidando como o maior programa de estímulo e investimentos a projetos culturais de Santa Catarina. Proponentes de todo o Estado poderão submeter seus projetos para as 11 premiações: Culturas Populares; Arte e Cultura Negra e Indígena; Artes Visuais; Dança; Literatura; Música; Patrimônio Material e Imaterial; Museus; Teatro e Circo, Apoio a Eventos Artísticos e Culturais; Bolsa de Trabalho, Intercâmbio e Residências.

“O edital é resultado dos compromissos empenhados pelo Governo do Estado para atender um anseio manifestado pela área cultural de Santa Catarina. É um edital democrático que irá fomentar a maior parte da cadeia produtiva da cultura no estado”, comenta o secretário estadual de Turismo, Cultura e Esporte, Leonel Pavan, que na cerimônia de lançamento assinará oficialmente o edital.

Para o presidente da FCC, Rodolfo Joaquim Pinto da Luz, a entrada do Elisabete Anderle no universo digital é um avanço no histórico do edital. O novo modelo de inscrição, ressalta, vem atender a uma demanda histórica já manifestada reiteradamente pela classe artística e pelo Conselho Estadual de Cultura. “De imediato, garantimos um processo limpo, sem custos de papel, despesas com correios e tempo para que os proponentes possam fazer sua inscrição com calma e mais eficácia. É um passo na qualificação desse instrumento, democratizando-o, tornando-o mais inclusivo e podendo assim atingir o nosso objetivo maior que é ampliar a participação para todo o território catarinense”, explica Rodolfo Pinto da Luz.

A expectativa é que, com o novo sistema, o número de projetos inscritos supere a marcar de 2 mil – ultrapassando o recorde da última edição, realizada em 2015, que foi de 1.569 inscrições.
Sobre o site

O site www.fcc.sc.gov.br/editalelisabeteanderle  entrará no ar na quinta-feira, 27. Logo após a cerimônia de lançamento, às 14h30min, a Comissão de Organização e Acompanhamento (COA) do Edital fará uma apresentação da plataforma, com orientações para a sua operação, que será transmitida ao vivo pela página da Fundação Catarinense de Cultura no Facebook (www.facebook.com/FundacaoCatarinensedeCultura).

No curso do prazo de inscrições, outras transmissões do gênero serão agendadas, bem como a realização de caravanas que percorrerão o Estado para apresentar o novo processo. Todas as informações, incluindo o cronograma público de atividades, estarão disponíveis no site oficial do edital. As inscrições terão prazo de 60 dias com previsão de anúncio do resultado final (projetos premiados) para 1º de agosto e consequente pagamento na primeira quinzena de setembro deste ano.

Com o novo site, o processo de envio dos projetos será totalmente digital, eliminando a necessidade de impressão em papel e custos para o envio pelos Correios. Além da inscrição, ao acessarem a plataforma os proponentes contarão com tutoriais (em vídeo e em texto) e todas as informações necessárias para inscrever os projetos. Cada usuário cadastrará um e-mail e senha, garantindo sua segurança e privacidade.

Após criar a conta no sistema, o proponente pode se inscrever em todas as premiações como pessoa física ou jurídica, sendo limitado o envio a um projeto por categoria. A plataforma conta com um recurso para “salvar” os projetos, possibilitando que ele fique seguro e seja enviado à Comissão de Organização e Acompanhamento (COA) somente após sua finalização. O proponente pode editar seus projetos quantas vezes quiser antes de enviá-los.

Após o envio, será possível acompanhar a evolução da inscrição pelo painel de controle do sistema até a aprovação, ou não, da proposta. Somente o proponente poderá ver e acompanhar seus projetos por meio do cadastro de segurança.

O sistema de inscrições do Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura também conta com uma área de curadoria dos projetos, tornando o processo de avaliação mais rápido e ágil.

Informações adicionais para imprensaMarcos Espíndola

Pin It
Você gostaria de comentar?